O texto acima, que focaliza a relevância da região amazônica para o meio ambiente e para a economia brasileira, menciona a “máquina de chuva da Amazônia”. Suponha que, para manter essa “máquina de chuva” funcionando, tenham sido sugeridas as ações a seguir:

  1. suspender completa e imediatamente o desmatamento na Amazônia, que permaneceria proibido até que fossem identificadas áreas onde se poderia explorar, de maneira sustentável, madeira de florestas nativas;
  2. efetuar pagamentos a proprietários de terras para que deixem de desmatar a floresta, utilizando-se recursos financeiros internacionais;
  3. aumentar a fiscalização e aplicar pesadas multas àqueles que promoverem desmatamentos não-autorizados.

Escolha uma dessas ações e, a seguir, redija um texto dissertativo, ressaltando as possibilidades e as limitações da ação escolhida. Ao desenvolver seu texto, procure utilizar os conhecimentos adquiridos e as reflexões feitas ao longo de sua formação. Selecione, organize e relacione argumentos, fatos e opiniões para defender seu ponto de vista, sem ferir os direitos humanos

ENEM 2014 - Tema: Publicidade Infantil em questão no Brasil

(Olá, sei que algumas pessoas estão redigindo neste espaço suas respectivas redações no ENEM deste ano. Gostaria de fazer o mesmo, não sei até que ponto isso é desconfortável a vocês e sei que o tema das redações aqui no site não é escolhido a toa, mas peço que entendam que isso é motivo de apreensão para muitos - inclusive eu - e esperar para o resultado em Janeiro pode parecer uma enternidade. Peço então que julguem e avaliem minha redação do ENEM 2014, sobre o tema: Publicidade infantil em questão no Brasil. Já adianto que não escolhi um título pois não é exigido nesse gênero de texto - se puderem comentar se isso pode causar alguma redução em minha nota final ficarei muito grato - e achei que assim aproveitaria melhor o espaço de 30 linhas para o que realmente importa. Desde já, muito obrigado.)


Toda e qualquer publicidade tem como objetivo convencer o consumidor a adquirir determinado produto ou serviço, mas, as direcionadas ao público infantil, rompem a barreira da ética ao agir de forma manipuladora.
A essência de uma empresa, no atual regime capitalista, é visar a renda, paralela a um custo de gastos e mão de obra cada vez menor, sempre almejando um crescimento exponencial dos lucros. O Estado tem como obrigação regular, localizar e intervir em casos onde se evidencie uma prática abusiva do setor privado com o consumidor, mas, no caso do Brasil, uma combinação de alianças políticas corruptas, ineficiência do governo e brechas na constituição abrem portas para empresas passarem por cima da população.
Com isso, vê-se uma série de tentativas por parte das empresas em lucrar com o mais vulnerável dos públicos consumidores, o infantil. Crianças são facilmente manipuláveis, não possuem senso crítico e muito menos critérios de necessidade, agem por impulso, sem qualquer reflexão. As propagandas direcionadas a elas têm caráter manipulador, utilizando dessa fragilidade da natureza humana e induzindo-as a adquirir seus produtos, obtendo grandes lucros com uma estratégia de marketing completamente antiética e imoral.
Portanto, torna-se de extrema importância interromper esse ciclo, com a adoção de uma lei que regulamente e criminalize a circulação de propagandas direcionadas ao público infantil, legitimizando apenas as que forem direcionadas aos pais, para que assim, eles filtrem, relacionem e organizem as informações, como um consumidor consciente. Bem como, a criação de uma campanha de âmbito nacional, promovida pelo governo federal que estimule e conscientize as crianças, para desenvolver nelas o senso crítico, criando uma geração de consumidores-mirins cada vez mais sóbrios.

Avaliação

Nota: 480
Nota: 800
Nota: 0
Nota: 400
Nota: 600
Nota: 600
Como a sua redação não atende ao tema solicitado por nós, não avaliei a competência 2, apenas as que estão relacionadas à gramática e ao conteúdo (competências I, III, IV, V). Desse modo, foram encontrados erros de regências verbal e nominal, vale destacar o verbo ter. Além disso, você utilizou o termo ética, mas não o conceituou/definiu adequadamente, e parte da sua proposta de intervenção é problemática, uma vez que há outras vias além da proibição geral das propagandas relacionadas a produtos infantis. Bons estudos!